Telma Castro

O propósito do meu projeto foi elaborar uma nova identidade visual para o Museu Municipal da Póvoa de Varzim. No decorrer da investigação sobre a História do Museu, deparei-me com o nome do fundador por ter sido uma personalidade tão importante na sua época, decidi fazer uma pesquisa mais pormenorizada sobre António Santos Graça. Santos Graça estudou e investigou a Etnografia e História da Póvoa de Varzim, como resultado do seu trabalho, em 1932, publicou o livro “O Poveiro”. Como o Museu Municipal contém exposições dedicadas à vida poveira, a publicação de Santos Graça foi uma forte referência para a elaboração do conceito meu projeto. O conceito resulta da recolha de elementos característicos da Etnografia e da História da cidade e do Museu, nomeadamente os símbolos e siglas poveiras, as tipografias e/ou caligrafias vernaculares retiradas das lanchas poveiras (barcos típicos desta comunidade piscatória) e dos jornais, onde António Santos Graça era proprietário; recuperação da antiga tipografia do Museu e uso de fotografias de Artur Pastor, da série “Momentos de Artur Pastor” Póvoa de Varzim, décadas de 50/60. As imagens apresentadas abaixo são uma seleção criteriosa do meu projeto de identidade visual do Museu Municipal da Póvoa de Varzim.

The aim of my project was to create a new visual brand identity for Póvoa de Varzim’s Municipal Museum. The research I did around the subject showed how the founder was an important figure in his day, I thus decided to thoroughly investigate the life of António Santos Graça. Santos Graça studied and investigated Póvoa de Varzim’s History and Ethnography, and as a result of his labour, he published his book “O Poveiro” in 1932. Since the Main Museum contains expositions showcasing life in Póvoa de Varzim, the publication of António Santos Graça’s book was an important reference for the carrying out of my project’s concept. The concept is a result of gathering characteristic Historical and Ethnographical elements of the City and its Museum, specifically its symbols and familial runes, its typography and/or vernacular calligraphy taken from Póvoa’s Lanchas Poveiras (A typical vessel from this fishing community) and from newspapers, owned by Santos Graça; the conservation of the Museum’s old typography and photography used by Artur Pastor, from the Series “Moments by Artur Pastor” Póvoa de Varzim, from the 50’s/60’s. The images shown below have been carefully selected from my visual brand identity project for Póvoa de Varzim’s Municipal Museum.