CONGÁ - IMAGENS SÃO FORMAS DE ENVIAR COISAS PARA O CÉU 


“Congá”, é o altar sagrado onde o sincretismo religioso é vivo, onde se juntam os santos católicos e orixás. As imagens são um modo de homenagear e criar uma narrativa, mas também um modo de comunicar com o mundo físico e o plano abstrato. Por isso, a expressão artística funciona como uma forma de “enviar coisas para o Céu” - através das imagens, como uma oferenda ou homenagem. Foco-me na relação entre a religião cristã e as religiões de matriz africana, tratando-se da reunião de crenças distintas que criam pontes e associações entre si, mas que não perdem as suas características originais, com destaque para as Yabás, orixás femininos e a sua respetiva associação com as santas católicas.

"Congá" is the sacred altar where the religious syncretism is alive, where catholic saints and orishas come together. The images are a way of honoring and creating a narrative, but they are also a way of communicating with the physical and the abstract world. So, artistic expression functions as “a way of sending things to Heaven” - through imagery, like an offering or an homage. Focusing on the relationship between the Christian religion and African-based religions, a reunion of distinct religious beliefs is created, through bridges and associations between them and without losing their original characteristics, highlighting the Yabás, feminine orishas and their association with the catholic saints.